Logo Escolas Médicas

Notícias

Dicas de gramática (2)

28/03/2007 21:23:40

 

Pacaembu, Itu, Itaú...

 

“Pacaembu” ou “Pacaembú”?”Itu” ou “Itú”? A julgar pelas placas públicas, escreveríamos as duas palavras com acento agudo no “u”. Mas é melhor entender o caso para grafar corretamente, isto é, sem o bendito acento.
A sílaba tônica de “Pacaembu” é “bu”; a de Itu é “tu”. As duas palavras são oxítonas. Só se acentuam oxítonas quando terminam em “a”, “as”, “e”, “es”, “o”, “os”, “em” ou “ens”.
O que certamente leva as pessoas a querer acentuar essas palavras é a semelhança com o caso de “baú”, “Jaú”, ”Itaú”, etc.
Porque o acento agora?
É necessário relembrar a separação silábica. A de “baú” é “ba-ú”, a de “Jaú” é “Ja-ú” e a de “Itaú” é “I-ta-ú”. Note que nos três casos ocorre hiato (encontro de vogais que pertencem a sílabas diferentes)
Há uma regra específica para a acentuação dos hiatos. Quando a segunda vogal de um hiato é “i” ou “u”, tônicas, acompanhadas ou não de “s”, ocorre acento. E é esse o caso de “baú”. A segunda vogal do hiato é “u”, tônica.
Convém lembrar que as regras de acentuação são baseadas no menismo de comparação e de exclusão. Explico: Compare, por exemplo, “baú” com “pau”. Quantas sílabas há em “pau”? Apenas uma. O “a” e o “u” não ficam em sílabas diferentes. Nessa palavra ocorre ditongo, e não hiato.
O objetivo das regras de acentuação é sempre diferenciar um caso do outro. Acentua-se o hiato, menos comum, para que não se acentue o ditongo, mais comum. O acento no hiato exclui o no ditongo.
É por isso que “sai”, “cai”, “trai”, “saia”, “caia, “traia”, por exemplo, não recebem acento. Nessas palavras ocorre ditongo (“ai”).
Em compensação, “saí”, “caí”, “traí”, “saía”, “caía”, “traía” têm acento. Agora ocorre hiato (a-í).
Casos como o de “rainha”, e “campainha”, em que apesar do hiato, não ocorre acento, merecem explicação à parte.
Há algum tempo, um colunista escreveu que o fim da inflação “exigia um processo doido”. No dia seguinte, foi obrigado a retificar. O processo era “doído”, e não “doido”.
Em outro caso, na transcrição de uma fita, alguém disse: “Cai fora”. No dia seguinte, o jornal foi obrigado a corrigir. O cidadão havia dito “Caí fora”. Como se vê, em português, acento é importante.
Que fique claro: Itu, sem acento; Itaú, com. É isso.
Pasquale Cipro Neto – Agência Folha.

Fonte: Estadão

enviar para amigo >>  
compartilhe >>
voltar

deixe sua opinião

Médicos, Residentes, Professores, Coordenadores de Escolas Médicas

clique aqui

Estudantes,
Acadêmicos de Medicina

clique aqui

NEWSLETTER

Nome:
Email:
Banner Banner

EscolasMedicas.com.br © 2010

Logo Hidea